22 de abril de 2011

Sentido de vida # 1



   O céu estava escurecido, as luzes do caminho ainda não se tinham acendido, estava atrasada, e o que eu mais precisava era de luz para não tropeçar e cair. Para minha alegria as luzes acenderam, mas mais tarde tive de entrar noutro caminho sem luz. Aí, tive de ligar a fraca luz do ecrã do meu telemóvel. Andei uns metros e comecei a ouvir vozes:
   - Pára, não vês o que estás a fazer?
   - Desculpa!
   - Deita isso fora, ninguém pode ver que fizemos isso Simão.
   - Ó pá, cala essa boca, ninguém pode saber que estamos aqui!
   Simão, (?), hesitei, mas continuei o caminho, não podia pensar naquilo nesse momento, tinha de continuar, eu estava atrasada, a minha mãe vai-me matar! Segui em frente, fingi que não ouvi nada, tentei fazer menos barulho, mas os saltos não estavam a deixar.
   Quando já estava a chegar a casa, o telemóvel toca.
   Eu: Sim?
   Kevin: Estás em casa?
   Eu: Estou à porta do Prédio, posso dizer que sim.
   Kevin: Então não entres, vem ter comigo.
   Eu: Ui, a minha mãe já deve estar com os cabelos em pé, a festa acabou à 2 horas e eu ainda não pus um pé em casa.
   Kevin: Deixa passar mais uma hora, a discussão vai ser a mesma.
   Eu: Esquece, amanhã falamos.
   Kevin: Ok, adorei a festa, adorei voltar a ver-te.
   Eu : Eu também Kev, beijos.
   Kevin: Adoro-te.
  Bem, vamos enfrentar a fera, entrei em casa, o mais silenciosamente possível, para não acordar o meu irmão, e estava a minha mãe sentada no sofá. Olhou-me com aqueles olhos lindos azuis que ela tem, mas quando não estão lá muito bem-dispostos nem vale a pena dizer nada. Apenas fui para o meu quarto sem dizer uma palavra. Sentei-me no canto da cama e voltei a olhar para o telemóvel, “3 da manhã e o Kevin liga-me, não era nada dele” “ O que estariam duas pessoas a fazer aquelas horas no caminho?” Pensamentos invadiram a minha cabeça, deitei-me e adormeci.

Continua...

6 comentários:

Catarina disse...

adoreii

inêsf. disse...

gostei *
obrigada querida :)

Sara'C disse...

Gostei, estou curiosa pela continuação.

- andreia pereira . disse...

gostei, continua amor :)

ritag. disse...

obrigada pela a opinião querida (:
gostei da história, espero pela continuação *.*

Anónimo disse...

Lindoooo. :D