22 de agosto de 2011

Escolhas sem retorno *FINAL*


            - Não me digas que a senhora também vem connosco.
            - Não me digas que estás apaixonada por aquela senhora…
            - Quê?
            - Vai lá dentro chamar o passageiro, que o avião vai partir.
            - Pai! Deixa de rodeios, e diz-me ! O QUE É QUE SE PASSA?
            - Entras naquela porta e vês, impaciente.
            Sem dizer mais nada, corri para a porta, o que seria que estava atrás dela? Ao mesmo tempo que toquei na maçaneta da porta, ela abriu-se com força.
            - TU?!
            - Cristina.
            - Que estás aqui a fazer?
            - Estou na minha casa! Na minha ex casa, e tu , para onde ias com tanta pressa, queres cá ficar?
            - Ex-casa? Ó páh , explica-me já isto!
            Beijou-me, apaixonadamente, e com aquele toque fofo só dele. – Quando eu disse que te amava, não foi um simples amo-te que eu te quis transmitir, com ele, eu quis que percebesses, que eu te quero fazer feliz, que eu te quero secar as lágrimas, se puder, nunca as deixar cair, quero acariciar a tua pele, quero acordar e ver-te ao meu lado, quero estar contigo quando a tempestade se abater, quero passar o resto da minha vida, a sussurrar-te ao ouvido o quanto tu és linda, o quanto eu te amo. Eu quero viver contigo, eu quero morrer contigo, eu nunca te vou deixar, nem que tenha de percorrer o mundo inteiro.
            - Mas, e a tua família, o teu irmão, a tua vida. Como é que vens? Como é que os meus pais sabem disto. Quanto tempo vai estar comigo?
            - O meu irmão está a recuperar, eu estive na tua casa, e o teu pai teve uma longa conversa comigo, o teu pai é um exemplo a seguir com a tua mãe, e contigo. O amor que vos dá. Eu vou, enquanto isto durar.
            - E pelas tuas contas, quanto tempo é que isto vai durar?
            - Pelas minhas contas. Eu não volto.
            - Amo-te.
            - Amo-te.
            Entramos no carro e seguimos viagem, rumo a Santarém, o futuro estava lá, e eu estava feliz pela mudança, e por levar o Rafael comigo. A escolha que os meus pais fizeram, reflectiu-se na minha vida, mas o amor que o meu pai tem pela família, é o amor que se reflecte na minha pessoa. Como meu pai lutou pela minha mãe, eu vi o Rafael querer lutar o mesmo, ou mais. O mundo roda, mas nunca perdemos as pessoas que amamos, por mais voltas que o mundo dê.

FIM

Deixem nos comentários tudo o que acharam, e tudo o que acham, obrigada por terem acompanhado!

24 comentários:

Cárina Félix disse...

de nada :)

-sofia disse...

AMEI *--*
Amei a história; está perfeita !

Carolina Almeida disse...

Simplesmente genial. ;b
Se possível quero outra escrita por ti, porque é simplesmente óptimo poder ler aquilo que escreves. Bj

-sofia disse...

A sério; amei mesmo *-*

joanamoreira disse...

amei completamente, está linda esta parte final, como está linda toda a história.
fico triste por ter terminado. mas não podias ter dado um final melhor. gostei mesmo muito. :')

silvia disse...

Amei mesmo *.*

Joana Patrícia disse...

Melhor era impossivel ! Adorei mesmo.

fiwipa disse...

ahaha , é o meu primo e a «banda» dele XD. são demais , obrigada por teres visto .

Laura Assunção disse...

Adorei a história, está linda *-*

V. Daniela disse...

Perfeito, genial amei *.*
só é pena já ter acabado :S, espero outra história como esta escrita por ti, pois tens muito jeito.
O fim esta lindo, parabéns.

Rita disse...

não estava a contar com este final, que boa surpresa ;)

milene mateus. disse...

grande história e grande final ! adorei :)

MarcelaMaia disse...

Já previa este final. Adorei mesmo a história, está magnifica.

Espero que um dia destes escrevas outra tão boa como esta.

-sofia disse...

Ainda bem e obrigada :)
Não tens de agradecer; gosto muito do blog *-*

inês disse...

estive a ler todos os capítulos da história q tnh perdido e a história ficou msm PERFEITA! :o adorei sté!

AnaCatarina disse...

AMEI *-*

Coisas de um coração perdido ♥ disse...

obrigada querida ;S

PSRC disse...

Adorei. Foi uma história linda. Muitos parabéns (:

- andreia pereira . disse...

realmente foi um final feliz, só é pena que na realidade vamos embora e deixamos a pessoa que amamos, só que os verdadeiros amor resistem sempre, embora haja muita mais dor do que felicidade .... gostei muito !

- andreia pereira . disse...

exatamente é mesmo isso , o amor é a coisa mais complicada e ao mesmo tempo a mais simples :)

V. Daniela disse...

Obrigada :D

MarcelaMaia disse...

Só tenho pena que a história tenha acabado. É tão linda :0

inês disse...

de nd sté!

obg, fico feliz por estares a gostar :D

- Patrícia Barros ॐ disse...

Bem, hoje encontrei o teu blog, acho que foi de tarde, e apouco, quer dizer à cerca de uma hora e meia começei a ler esta história.. está PERFEITAMENTE LINDA..
as palavras que usas-te, a maneira como expressaste os sentimentos, o que se ia passando, cheguei a ficar com as lágrimas nos olhos ..

que talento, e que imaginação, que "vida", que história .. escreves lindamente, vou segui :)
p.s. ADOREI (:
beijinhos*