17 de julho de 2011

Escolhas sem retorno XIX


            Ficamos as duas complectamente coladas ao computador, até que a porta abre:
            - A mãe perguntou se a Telma almoçava connosco? Almoça? – Era a Gabriela.
            - Sim ‘Gabi, diz à mãe para pôr mais um prato na mesa. – Ela virou as costas e fechou a porta.
            - Mas… Eu não falei com a minha mãe. – Disse a Telma.
            - Cala-te, eu preciso de ti. – Disse, tentando esboçar um sorriso.
            - Vá, que é que ele quer, tu nem comeces com cenas, eu estou aqui, e vais ter o melhor dia da tua vida! – Deixa-me ligar à minha mãe, e hoje passo o dia contigo, tu estás por minha conta.
            Enquanto, ela falava com a mãe, comecei a minha resposta, sabia que tinha de ser a rapariga mais fria possível:
            “ Cristina diz:
            Até quase chegaste a ter piada, queres seguir a tua vida e ainda queres que eu espere por ti, queres que eu permaneça quieta, e espere que tu voltes, mas eu não sou o brinquedo que escolhes, há umas semanas era o erro, e agora, posso ter uma segunda oportunidade, mas fica já sabendo que não sou segunda escolha, e deve ser complicado ver que chegaste aí e nenhuma te cai aos pés, temos pena. Mas acabou, e eu não vou esperar por ti. E não sou como as gajas que comes por aí.”
            - Telma, está bem assim?
            - Envia, para ficar perfeito, tinhas de o mandar para o… coiso, mas pronto, assim está bom. – Soltou uma gargalhada – Só faltava mesmo dizer que andaste aos beijos com o Rafinha, duas semanas depois da sua ida…
            - Acabou, e a verdade é que eu nem sei o que é que ele fez quando lá chegou, aposto que foi logo para a cama com a primeira que viu numa esquina, já que não me levou a mim à primeira oportunidade.
            - Boa, agora manda isso, que eu quero tratar de ti, vamos ao shopping, e logo, party no bar da praia, com sorte encontras o teu príncipe.
            - Vamos a isso! – Ficamos entusiasmadas. Esta iria ser uma boa noite.
(…)
            - A noite estava a chegar, e a festa ia começar.
            - Estás pronta? – Gritou a Telma da sala para o meu quarto, saí de lá, e ela começou logo com as suas lindas frases muito “assertivas” – Temos gaja! Estou a ver tudo a babar-se lá no bar. “Ó Garina, vamos dar uma volta?” – Riu.
            - Vá, vamos embora.
            - Vamos para a festa miúda.
            Estava diferente, já não passava o dia de pijama, já não estava casual, voltei aos shorts, e às blusas decotadas, ao tacão, e aos colares e pulseiras, à maquilhagem um pouco mais carregada, e cabelo bem preso.
            Chegamos, e a festa já bombava, a Telma virou o olhar para todo o bar, procurava algo que eu, já desconfiava, o namorado. Lá me deixou só, mas com tantas pessoas conhecidas, eu nunca correria perigo nenhum.
            Senti algo a puxar-me, um braço rondou a minha cintura, e encostou-se a mim.
         - Sabias que esperei o dia inteiro uma mensagem tua? Para onde foste, deusa? – Sussurrou-me ao ouvido.


Continua ;)
Escolhas sem retorno XVIII aqui

15 comentários:

Gabriela ♥ disse...

Está lindo *-*

Adoro a Gabriela xD

-s disse...

Está lindo *-*

PauloSilva disse...

é bom saber dessas coisinhas :$

inês disse...

mt obg sté :)

estou a gstr mt *

silvia disse...

ohn adorei *

ritag. disse...

muito obrigada, fofinha *

Metropolitana disse...

Estive a ler as tuas histórias e adorei! ainda és muito novinha mas tenho a certeza que se trabalhares mais a imaginação e a escrita podes vir a escreve um livro bastante interessante.
Só ficou um pouco triste quando não se sabe o fim da história Sentido de Vida. Estava a gostar bastante.

Desejo-te muita boa sorte para a continuação na nova história ;)

branwyn disse...

ohhh gostei imenso *.*
o hélder não a merecia! ainda bem que a cristina viu isso...
adoro tanto o romance que ela tem com o rafael *.* quero mais!

ana cristina disse...

eu comecei hoje a minha história, quando tiver mais tempo, tenho que ler a tua desde o principio :D

Pensando com a Arte disse...

Obrigada StééF'ernandes , irei seguir o meu sonho, e muito obrigada!
Os amigos verdadeiros, estarão sempre connosco :$

Joana disse...

está lindo, continua :)
sigo-te*

-s disse...

De nada :)

Ana Luisa disse...

Esta Lindo.
Eu ja te sigo, segues me tambem?

inês disse...

de nada :)

Pensando com a Arte disse...

Obrigada StééF'ernandes *.*

Vou lutar por ele, obrigada *.*