22 de julho de 2011

Justiça incapacitada

Não me peças satisfações de actos que nem eu sei porque eu os cometo, não me peças desculpa por aquilo que fizeste, porque sinceramente, eu nem vi, não me venhas dar lições porque nem tu sabes o que dizes. Não me peças também receitas certas para ter uma boa vida, porque eu não tenho uma vida perfeita, mas sou feliz sem receita. Não venhas atrás de mim quando sair da porta de tua casa, e disser adeus definitivo, não preciso da tua felicidade plástica, sei que enquanto me beijas dessa maneira louca só me queres mandar embora, só queres que eu desapareça durante uns tempos. Não voltes a abraçar-me, não encostes o teu queixo na minha testa, e não me acaricies o rosto, quando só estás a dar show. Porque eu sempre te dei o melhor de mim, por isso só peço o melhor de ti, não falemos de justiça quando o amor não tem barreiras, quero o dobro do que te dei, não é justo, mas chamam-lhe amor. Não leves o meu coração contigo, fica comigo e com o meu coração, essa é a justiça de amor que peço, será que ela existe?

(Inventado)

**********
Dêem uma vista de olhos nos separadores ali em cima, fiz umas modificações nas histórias que tenho escrito.
Estou sem inspiração, escrevo à toa, publiquei isto :s
Gosto muito de vocês (a)

22 comentários:

martasousa disse...

amei .

silvia disse...

obrigada querida *

* dianaa disse...

que liindo *-*

Gabriela ♥ disse...

Amei *-*

* dianaa disse...

De nada (:

Gabriela ♥ disse...

Obrigada linda :)

milene mateus. disse...

lindo !

PauloSilva disse...

justiça e injustiça... quando se trata do coração as duas confundem-se tanto! texto lindo *

milene mateus. disse...

obrigado querida +.+

Stéphane Duarte disse...

Seguindoo! :)

RicardoRodrigues disse...

Gostei muito! x)

' âng. disse...

eu odeio confusões. e por causa do blog houve uma grande confusão. o rapaz de quem eu gosto ficou extremamente zangado e tudo, mas ainda não está nada decidido. principalmente porque o blog é um pedaço de mim e há muita gente de quem gosto cá, e que mesmo sem haver um contacto mais físico me ajuda sempre que preciso. Obrigada por seres uma dessas pessoas *-*

' âng. disse...

(era isso que querias perguntar não era?! ou querias saber como vou apagar o blog? xb *sou mm burra* -.- )

PauloSilva disse...

não é nada :)

-s disse...

E eu; quando vi a frase fiquei tipo *-*
Amei o texto (:

PauloSilva disse...

ainda bem que gostaste do meu texto (A)

Cecilia disse...

Adorei essa justiça e bela justiça. Adorei seu cantinho. Parabéns! Abraços de sucesso!

RicardoRodrigues disse...

Obrigado eu :D Ainda bem que gostaste x)

Cecilia disse...

Obrigda por retribuir e pelo carinho de sua visita querida. Beijos.

PauloSilva disse...

hum :)

inês disse...

talvez hj :)

Ana Margarida disse...

Lindo, lindo, lindo! *.*