1 de outubro de 2011

Não sentir o sentido.

Acho que se chama personalidade. Ocupa todo o meu corpo e não deixa que jamais alguém se aproxime de mim. Sou obrigada a não deixar. Actos inconscientes encaro-os agora como erros, que apenas ficaram no passado, e não podem voltar mais ao meu presente e futuro. Não vale a pena sentir saudade, dor, amor, ódio, felicidade, ou qualquer outro sentimento, porque jamais cairei de novo na dependência de outro ser.


P.S.
A partir de agora, as publicações serão menores, peço desculpa aos que 
seguem todos os meus textos, mas a inspiração anda escassa por estes lados.
Gosto muito de vocês meus seguidores.

8 comentários:

Inês' disse...

- adorei! acho q fazes muito bem, e eu tenho q começar a aprender a fazer o mesmo.

Inês' disse...

- se calhar não cnsg, mas deveria. muito obrigada (:

martasousa disse...

gostei.

Ana Margarida disse...

Oh querida, apesar de os textos estarem mais pequeninos, continuam lindos e cheios de sentimento! Adorei!

Gabriela ♥ disse...

Gostei muito *-*

Izza Shocks. disse...

Gostei MUITO do teu blog, vou seguir-te :)
Passa pelo meu e segue, caso gostes claro!

Just Me disse...

Gostei muito!
Adoro o design do blog! Como é que pões aquela imagem de fundo?
Gostava de fazer uma coisa parecida ( mas á minha maneira xD)

Catarina C. disse...

Gostei! Sigo o teu blog, segues o meu, pff?