8 de novembro de 2011

best.


Sempre nos completamos, nunca nos deixamos, todas as nossas discussões acabavam com um não quero mais saber de ti para nada. A nossa teimosia era a nossa melhor arma para conseguir a nossa razão, se calhar se não fossemos inseparáveis, tudo o que constuímos já tinha sido quebrado. Jurei muitas vezes que não te ia deixar, chorei muitas vezes por não queres que tudo o que tinhamos terminasse. Ele é realmente uma das pessoas mais fantásticas que conheci, que me consegue pôr nas situações mais hilariantes , que me faz dar os sorrisos mais verdadeiros, que me acompanha nas jornadas mais longas, que me liga tardíssimo, só para dizer que gosta de me ouvir, que tem coisas para me contar, e que precisa de mim. Ele está lá para me dizer que sou uma parva a fazer certas escolhas, ele está lá quando eu estou prestes a cometer erros, ele tenta apagar os erros que cometo, sem querer saber se vai ficar mal visto, ele não liga às más influencias, e quando faz, é porque quer e precisa. Ele não olha ao que os outros fazem, enquanto todos estão a fazer igual , e errado, ele faz diferente, e completamente correto. Nunca me deixou numa situação difícil, nunca me quis chorar, está sempre lá para me dizer, "és a melhor, és a única".
Melhor amigo, por muito parvos, estúpidos, casmurros, teimosos, burros, eu nunca te vou deixar , porque nós somos os mais feliz , juntos. Obrigada melhor amigo, és único.

7 comentários:

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

todas essas relações do "não és nada/preciso de ti sempre" é que são especiais, são as melhores, as mais puras...

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

isso sim, é uma verdadeira amizade. há poucas assim ^^

Skinny Love disse...

como te percebo :) o teu texto fez-me sorrir, trouxeste-me boas memórias ^^

Um beijinho * Monstros no Armário

- MartaRibeiro * disse...

que lindooooooooooo *-*

- MartaRibeiro * disse...

que lindooooooooooo *-*

R* disse...

Thanks princess.

R* disse...

Mil obrigadas princesa. :)